Personalidade no cabelo

0
860

Foto:

Marcos: dicas preciosas de cabelos


A moda está cada vez mais democrática. E isso também inclui os cabelos. Mas um mesmo corte e cor de cabelo que fica bem em uma pessoa, pode não ficar bem em outra. É nessa hora que entra o visagismo, uma técnica que surgiu na década de 1930 e oferece meios de trabalhar com a imagem de uma pessoa valorizando seus traços e sua personalidade.


“O visagismo engloba tudo: o cabelo, a maquiagem, o jeito de vestir, onde a pessoa trabalha, quais pontos fortes ela quer valorizar, os pontos fracos que ela quer tirar. É um conjunto. Você estuda toda a estrutura da pessoa, tanto psicologicamente quanto externamente”, explica o cabeleireiro Antonio Marcos de Lima. Com isso, o profissional consegue montar uma produção que esteja de acordo com o que a pessoa é, mostrando características distintas de acordo com a tonalidade ou o corte do cabelo, por exemplo.


Ele conta que conheceu a técnica há dois anos numa feira de estética e hoje é graduado no assunto. Mesmo conhecendo as várias áreas do visagismo, ele se concentra no cabelo. “Primeiro eu procuro saber o que a cliente quer. Aí eu estudo o formato do rosto, se é redondo, quadrado, retangular, qual o formato de corte que ela vai gostar mais e vai se adequar melhor nela. Mas, principalmente, saber respeitar o que a cliente está querendo”, diz ele.


Cada cliente é tratada de modo personalizado. As que chegam buscando mudanças mais drásticas são aconselhadas a fazer esse processo de modo mais devagar. “Porque aí não tem como se arrepender nem ficar frustrada”.


Marcos notou que, como o mercado de beleza e cosmética está crescendo muito, os profissionais precisam estar dentro das tendências e compreender o que realmente fica melhor em cada cliente. “São muitas vantagens. Eu entendo mais o que se passa na cabeça das pessoas e poder mostrar o que vai ficar melhor para ela. Mesmo que não seja o desejo inicial dela. E elas sempre ficam satisfeitas”, comemora.


E ele resume o propósito final do visagismo. “Além de o cabelo ter que combinar com o formato do rosto, a pessoa tem que olhar no espelho e se sentir bem”.


Stayon Cabelo e Estética


Rua Apinajés, 435, Perdizes


Telefones 3873-9449 e 3862-6245


www.stayonbeleza.com.br


 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA