Terapia com cães

0
267

Foto: Divulgacao

Divulgacao
Paciente recebe no hospital seu pet

Lei municipal permite que paciente internado em hospital receba a visita de seu animal de estimação.

Desde 7 de fevereiro está em vigor a Lei nº 16.827/18 (projeto de Lei nº 355/17, do vereador Rinaldi Digilio, do PRB) que “Dispõe sobre a liberação de entrada de animais de estimação em hospitais públicos (e particulares) para visitas a pacientes internados…”.

Para que o animal possa visitar o paciente, a unidade hospitalar precisa seguir regras de segurança e de higiene. Uma delas está no artigo 2º “Os animais de estimação para visita deverão estar com a vacinação em dia e higienizados, devendo o responsável comprovar, por meio de laudo veterinário, a boa condição de saúde do animal”. Há outras regras que devem ser seguidas pelo hospital e familiares do paciente.

Segundo o vereador, “tratamentos que utilizam animais na recuperação de pacientes já vêm sendo aplicados em diversos países, contabilizando resultados de sucesso”, em entrevista ao Estadão, justificando seu projeto de lei.

O Hospital São Camilo, unidade Pompeia, a visita dos pets aos pacientes acontece desde 2010. Rita Galegari, psicóloga da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, informa que a primeira visita foi “um cocker chamado Luck que visitou seu tutor. Os efeitos para o paciente foram tão positivos que não paramos mais – organizamos um processo que tornasse as visitas um procedimento institucional, seguro e que valorizasse a humanização”, informa.

A psicóloga lembra os benefícios da medida. “Existem trabalhos com ‘pet terapia’ em instituições de saúde, mas são feitos com animais com perfil de ‘terapeutas’ desconhecidos do paciente. No nosso processo, abrimos as portas do hospital para as visitas dos pets de estimação do paciente”.

Os benefícios que o paciente tem ao receber a visita do animal são consideráveis. “Os animais de estimação são considerados na atualidade como membros da família”, lembra Rita. “Nesta situação além da saudade, há o sofrimento pela distância que diferente de um ser humano uma ligação telefônica ou uma chamada de vídeo não diminuem o sofrimento! A interação com os animais de estimação é baseada no toque, no brincar, pegar no colo… Desta forma, rever seu pet ajuda a minimizar o sofrimento, melhora o humor e ainda  pode impactar positivamente no sono e aceitação alimentar do paciente”, diz.

Pompeia03

Gatos e cães de todas as raças e portes podem visitar os pacientes do São Camilo. “E mais de um pet de cada vez, se isso for o desejo do paciente e estiver dentro das regras de segurança”, explica a psicóloga. (GA)

Hospital São Camilo, Unidade Pompeia, Avenida Pompeia, 1.178, Pompeia, Telefone 3677-4444, www.hospitalsaocamilosp.org.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA