Carlini e sua guitarra ganham documentário

0
1205

Foto: Divulgação

Divulgação
O documentário destaca o trabalho de Carlini e sua guitarra

Considerado o mais importante guitarrista do rock brasileiro, Luiz Carlini, sua vida e música viraram documentário realizado por Luiz Carlos Lucena.

A amizade entre o documentarista e o guitarrista teve início na década de 1980. “Fomos a vários shows no Aeroanta, famosa casa em Pinheiros. Temos nos encontrado em shows e eventos de música. Em 2019 comecei a me interessar por um projeto de documentário com o Carlini. Em 2020, inscrevi o projeto no edital da lei Aldir Blanc, Prêmio por Histórico de Realizações. Fui selecionado por meu portfólio e com a contrapartida da realização do projeto”, explica o documentarista.

Em ‘Luiz Carlini – Guitarrista de Rock’, é uma serie documental em oito episódios, “o espectador vai conhecer a trajetória dele desde a infância quando dividia o banco na escola com o guitarrista Sérgio Dias, dos Mutantes (eram vizinhos na mesma rua da Pompéia), até os dias de hoje. Carlini fala sobre suas influências, como ganhou a primeira guitarra, como foram as gravações com Rita Lee e a trajetória da banda Tutti-Frutti quando passaram a trabalhar sozinhos. Fala também abertamente sobre suas experiências com os ácidos lisérgicos, que não considera uma droga mas uma forma de medicina, que o ajudou a criar muitos dos seus trabalhos”.

Segundo o documentarista, “Todos são unânimes em afirmar que Carlini é o mais importante guitarrista do rock brasileiro, entre eles Guilherme Arantes e Rick Ferreira, guitarrista do Raul Seixas, o colocam como um dos mais importantes guitarristas do rock mundial. Carlini foi o criador da banda Tutti-Frutti, responsável pelos arranjos das músicas dos primeiros discos da Rita Lee, quando ela saiu dos Mutantes. O solo da música Ovelha Negra, da Rita Lee, é considerado o mais icônico do rock brasileiro.” Carlini, se apresentou para plateias de bandas como Queen, Van Halen e Peter Frampton que ofereceu sua guitarra para o Carlini dar uma canja.

Morador da Pompeia, Carlini, com quase meio século de atividade na música, participou de mais de 400 discos com cantores e músicos, que incluem uma lista considerável que incluem Barão Vermelho, Titãs, Radio Taxi, Vanguart, Filipe Catto, Marcelo Nova, Supla, Erasmo Carlos e Lobão, entre outros nomes brasileiros. Atualmente, Carlini integra a banda do cantor e compositor Guilherme Arantes. Em parceria com o filho Roy Carlini, têm o Carlini’s Estúdio e Produções que fica na Vila Mariana.

Quem gosta de música e da história do rock, vai conhecer mais e melhor a importância do guitarrista neste cenário. Vários depoimentos de músicos e artistas que trabalharam com Carlini. Entre eles, Frejat, George Israel, Kiko Zambianchi, Rick Ferreira, Supla, Andreass Kisser, Juba da Blitz, Erasmo Calos e Wanderleia além dos críticos Sergio Martins e Regis Tadeu. Rita Lee que participou do Tutti-Frutti “não dá depoimento e fico fora do documentário”, informa Lucena.

O projeto é inédito e foi gravado durante a pandemia da covid. “As entrevistas feitas em estúdio como todos os cuidados com a equipe e os entrevistados que fizeram testes de covid antes das gravações”. Lucena e equipe, levou quase um ano para finalizar as gravações que foram finalizadas em fevereiro desde ano.

O diretor Luiz Carlos Lucena (Divulgação/Eli Hayasaka)-Foto/DivJornalista e documentarista premiado, Lucena realizou desde 2009 vários documentários. Ausonia foi o primeiro, a seguir vieram outros 10 trabalhos e entre eles, Carnaval em Lá Menor (2016), sobre crianças nas escolas de samba, que ganhou entre outros prêmios, de melhor documentário no Movie Screen Pro Filme Festival, Prêmio do Juri no Open Internacional Film Festival (Bangladesh), e finalista no Industry Boots Film Festival (EUA).

A pré-estreia de Luiz Carlini – Guitarrista de Rock será no dia 25 de junho na Cinemateca Brasileira, Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Clementino. (GA)

www.ativacinemadigital.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA