Uma vida que inspira

0
1796

Monja Coen, líder budista que foi a
primeira mulher a ocupar a presidência da Federação das Seitas Budistas
no Brasil. Mas até chegar ao budismo, teve uma vida bem agitada e muito
intensa. Sua história, em forma romanceada, virou o livro Monja Coen –
A mulher nos jardins de Buda (Mescla Editorial, 264 páginas), escrito
por Neusa C. Steiner. O lançamento aconteceu em dezembro último.
A
autora, que mora e tem consultório em Perdizes, é formada em Medicina
pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com especialização em
Psiquiatria e Psicologia Analítica. Com o trabalho Um Poder Infernal: a
poesia de Adélia Prado, defendeu seu mestrado pelo programa de Ciências
da Religião da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Foi através de grupos de estudos que ela conheceu a Monja Coen. “O
texto era um depoimento pessoal que as monjas enfrentavam dentro do
budismo”, conta Neusa.
Após a defesa da dissertação, Neusa iniciou
uma pesquisa sobre a monja e descobriu que ela teve uma vida
aventureira, experimentara drogas, casou aos 14 anos, teve uma filha.
“Meu interesse foi escrever um livro sobre a essa mulher forte. Como
também fui aventureira, creio que houve uma empatia imediata”, diz.
Um
encontro casual em um pet shop na Pompeia deu início ao relacionamento
de ambas. Neusa levou dois anos para concluir o livro. Um ano de
encontros e entrevistas e outro para escrever e editar o livro.
Da
vida da monja, nenhum fato ali foi inventado. “Alguns diálogos, sim”,
diz a autora. “Imaginei cenas através das emoções contidas no relato
dela. Ela tinha receios em relação à família. Então, trocamos os nomes
e confiei na minha capacidade de análise de situações, de uma maneira
que a leitura envolvesse qualquer leitor.”
“O livro mostra que
quem não busca, se acomoda; a persistência venceu as dificuldades,
dores vividas e por fim, a transformação, que é lenta e gradual de uma
mulher que não é perfeita e continua a se transformar, sem ser a dona
da verdade. Gosto disso”, conclui Neusa.
A autora e a monja estão
formando um grupo de estudos para mulheres, e adiantam que será muito
especial. Interessadas podem se inscrever para
neusa.neusasteiner@gmail.com.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA