Amadododito em cena

0
1155

Dois espetáculos teatrais agitam as noites de sábado e domingo no teatro da Amadododito Fábrica de Arte, da Pompeia. “#Indignados” e “Nós, os comuns” são dirigidas por Alan Pires, o fundador da companhia.

#Indignados
Moacir Izidoro recebeu o prêmio de melhor ator no Festival de São Paulo 2012. A peça também recebeu indicações de melhor espetáculo, figurino, produção e melhor ator para Vini Morais.
O texto é inspirado em “Computa, computador, computa”, de Millôr Fernandes. Tudo tem início a partir do nascimento do cidadão número 7 bilhões. Cinco jovens indignados encontram-se para comprovar, discutir e enfrentar as incoerências atuais, onde as pessoas têm direito de dizer muita coisa, mas poucos falam. E como isso acontece? Pelo grito, berro ou urros? A solução é mover-se.Os cinco personagens, recém-chegados ao mundo, resolvem ocupar o vazio da vida observando a humanidade e suas reações. Através das redes sociais (Orkut, Facebook, e-mail e telefone), eles preenchem seus vazios por meio da reflexão sobre a mediocridade humana, pena de morte, direito de expressão e a divagação.
Com Alessandro Canton, Caio Barros, Deilson Leite, Moacir Izidoro e Vini Morais. Adaptação e direção, Alan Pires. Sábados, 21h. Até 23 de março. Indicação: 12 anos. 80 minutos. Ingressos: R$30 (inteira) e R$15 (meia-entrada).

Nós, os comuns
Retrata a clausura de dois homens solitários numa experiência silenciosa e reflexiva. Forçados a um convívio, o par se depara com momentos de medo, dúvida, compaixão, solidão, apego e manipulações. Daí vem os questionamentos. Quanto tempo é preciso para a vida ter sentido? O que faz sentido? Como você enxerga sua vida? Depois de tudo o que vivemos, ainda seremos comuns?
Com Arthur Henrique e Roberto Welter. Texto de Marco Farias e direção de Alan Pires. Domingo, 20h. Até 24/02. Indicação: 14 anos. 55 minutos. R$30 (inteira) e R$15 (meia-entrada). 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA