Serpente une irmãs no palco

0
619

Pela primeira vez juntas no palco as irmãs Débora e Cynthia Falabella, são dirigidas por Yara de Novaes, na montagem da última peça de Nelson Rodrigues (1912-1980). “A Serpente”. A temporada de oito semanas inicia no dia 30 de maio, no Teatro Tuca com preços populares.
A Serpente estreou no Rio de Janeiro em setembro de 2005 e em janeiro de 2006 chegou a São Paulo. Produção do Grupo 3 de Teatro formado pela atriz Débora Falabella, a atriz e diretora Yara de Novaes e o produtor Gabriel Paiva.
Na história, as irmãs Ligia (Cynthia Falabella) e Guida (Débora Falabella) casaram no mesmo dia. As duas moram juntas dividindo um apartamento com seus respectivos maridos, Décio (Augusto Madeira) e Paulo (Alexandre Cioletti). Um ano depois, Guida vive uma intensa lua-de-mel e Lígia é praticamente virgem. Muito infeliz Lígia expulsa o marido de casa e comunica à irmã que está pensando em morrer. Guida faz a seguinte proposta: Lígia deve passar uma noite com seu marido, Paulo, para não pensar em se matar. A partir daí…
Em ritmo rápido e texto sucinto, Nelson Rodrigues conseguiu escrever uma peça inteira sobre um tema familiar e pouco ambicioso: a paixão de duas irmãs pelo mesmo homem.
Quando Nélson Rodrigues escreveu o texto, estava muito mal de saúde. Mesmo assim, a peça foi trabalhada até a exaustão. O texto, porém, teve pelo menos três versões diferentes e o autor fez vários desfechos para a história de duas irmãs apaixonadas pelo mesmo homem. A peça foi lançada em 1980, poucos meses antes de Nelson falecer.
É a primeira vez que Débora Falabella encena um texto de Nélson Rodrigues. “As personagens de Nelson são muito fortes e, ao mesmo tempo, doentes com suas neuroses. Guida é muito feliz até o momento que cede o marido para irmã. A partir desse instante, sentimentos como ciúme, raiva, loucura vem à tona e ela sofre uma grande transformação”, revela a atriz.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA