Em busca de um olhar

0
1166

Foto:

“Quer ser um fotógrafo de espetáculo? Seja humilde, tranquilo e tenha conduta

“Quer ser um fotógrafo de espetáculo? Seja humilde. Não queira ser mais do que as pessoas que estão atuando. Seja tranquilo, não exagere muito, não. Acho que essa conduta é legal.” Essa frase é dita com a experiência e sabedoria de Emidio Luisi, que fotografa há 35 anos e se especializou em dança, teatro e shows, e já publicou alguns livros. 
Por outro lado, o Brasil está se tornando rota de cantores e grupos musicais internacionais. 2010 termina com um saldo muito bom e 2011 promete outros grandes shows.
Se você é fotógrafo profissional ou amador, pode começar o ano com um curso que vai modificar seu olhar. “O workshop de fotografia de espetáculo tem uma finalidade básica: tentar passar para as pessoas a conduta e a postura do fotógrafo. E trazer isso junto com a ética”, explica Emidio. Hoje, também existe uma procura muito grande por fotos inusitadas, seja para revistas de fofocas, a internet. E todo mundo tem um celular que quer fazer uma foto. “Tento passar para os alunos que não é o simples fato de ir lá e fazer as fotos. O fotógrafo tem uma conduta, um comportamento, só depois é que entro na parte técnica”, diz ele. 
Outra dica importante que ele fala no curso: “Não se fala a palavra flash em espetáculo de palco”, adverte e ensina: “Não se usa pelo seguinte motivo: um diretor ou um iluminador, quando ele cria um espetáculo, seja num teatro grande ou pequeno, ele prepara uma luz para aquela ambientação. Se jogar outra luz totalmente chapada em cima, como se diz do flash, você aniquila toda a iluminação que o cara preparou”.
O curso dura um final de semana, das 9 às 18h, para 10 pessoas, é só é ministrado em janeiro e julho. No primeiro dia Emidio analisa o material de cada aluno e faz uma análise. Depois, projeta o material dele e explica como se portar no enquadramento e na técnica. A tarde tem uma parte prática: uma bailarina, um ator ou alguém ligado à área de espetáculo faz uma performance para que os alunos possam fotografar. “E nessa hora eu mostro enquadramento, fotometragem, posicionamento dentro do teatro, posição do tripé”, diz Emidio.
Durante o ano ele oferece outros cursos: ‘O fotógrafo em busca do seu olhar’, que trabalha a criatividade; ‘Manuseio de câmera’ e ‘Introdução ao digital’.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA