Ensino singular

0
667

Foto:

Camila, Nívea e Josef

Inaugurado em 1988, o Colégio Graphein tem uma proposta de ensino abrangente, que trabalha os déficits de aprendizado de cada um de seus alunos.

Inclusão é a palavra que melhor define o Colégio Graphein, concebido para ser uma escola capaz de atender todos os alunos, mesmo aqueles que têm problemas de aprendizagens, criando para isso um método de ensino específico e único para cada um deles. De acordo com o sócio-diretor do colégio, Josef Bukstein Vainboim, os alunos saem preparados para o mercado de trabalho, sejam quais forem suas dificuldades. “Desde o Ensino Infantil até o Ensino Médio, nosso foco é o desenvolvimento de cada aluno, inclusive dos que têm déficits de aprendizado, ou particularidades, como hiperatividade, lentificação… mas não somente. Temos desde alunos que necessitam de um olhar singular, até alunos superdotados”, declara.

A coordenadora do colégio, Camila D´Amico, diz que o currículo do Graphein é adaptado à idade e às características de seus alunos, e que eles são unidos por centros de interesses comuns para que cada um possa estimular o outro. “Cada sala de aula tem entre 12 e 15 alunos para que eles tenham atenção e um aprendizado singular.”

A família também é muito importante para o processo de aprendizagem de cada aluno, assim, o Graphein tem como uma de suas missões, acolher a família, inclusive orientando-a e fazendo-a participar de todo esse processo.

O Graphein mantém as matrículas abertas durante todo o ano letivo, inclusive para jovens do Ensino Médio que estejam cursando os últimos anos letivos e precisam aprender determinadas matérias pontuais. São os chamados “resgates pedagógicos”, que eliminam lacunas deixadas na sala de aula.

Tudo no Graphein é planejado e replanejado para que o indivíduo seja atendido em suas necessidades. A equipe é formada por profissionais capacitados e educadores que estão sempre se renovando.

Quem está à frente de todo esse trabalho é a psicopedagoga, terapeuta familiar, psicóloga e fundadora do colégio Nívea Maria de Carvalho Fabrício, há mais de 35 anos na área.

Para finalizar, é bom relembrar que há muitos anos o Colégio Graphein tem uma parceria sólida com o Guia Daqui Perdizes Pompeia, que divulga os feitos e as coisas boas que o bairro tem e que todos têm o direito de saber. (ND)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA