31ª Feira da Pompeia relembra o ano de 1968

0
5672

Foto: Arquivo

Arquivo
A feira de 2018 relembra maio de 1968.

A edição deste ano da Feira de Artes da Vila Pompeia vai comemorar os 50 anos de maio de 1968 que ficou marcado por diversos acontecimentos.

Maio é o mês da Feira de Artes da Vila Pompeia. O evento, que atrai, em média 80 mil pessoas, reúne música e outras artes pelas ruas da Pompeia. Neste ano, a festa acontece no dia 20 de maio, das 9 às 19h. A cada edição um novo tema, neste ano, “Escolhemos como tema ‘Maio de 1968 o mês que nunca acaba’. É um mês que mudou a cultura, os usos e os costumes”, lembra Cleber Falcão, presidente do Centro Cultural da Vila Pompeia e criador do evento.

Gerson Azevedo
Cléber Falcão e equipe do CCVP (Gerson Azevedo)

O tema escolhido pelo CCVP foi sugerido por Nelson Boton e Cleber dá o devido crédito. “Estamos lembrando de que avançamos em uma época onde reconhecer a diversidade é o óbvio”, diz.

Para quem não viveu aqueles tempos. No Brasil, a ditadura militar estava no comando do país, com censura e restrição às liberdades. Caetano Veloso criou “É proibido proibir” inspirado nos grafites das ruas de Paris, para protestar contra o governo. Na França, estudantes e trabalhadores organizaram greves, manifestações em universidades e fábricas. Foi uma época de muitas mudanças culturais e políticas. Aqueles acontecimentos se refletiram em todo o mundo.

Arquivo

Palcos com diversos estilos espalhados pela Pompeia. (Arquivo)

A 31ª Feira será uma comemoração pacífica e artística. “Sem a parceria de amigos, expositores e moradores não seria possível fazer a feira. Neste ano, teremos novidades pelos sete palcos que estarão estrategicamente montados pelas ruas da Pompeia. Ainda não fechamos a programação”, explica Cleber. Em edições anteriores, nomes como Luiz Carlini, Chico César, Mamonas Assassinas, Titãs, Trovadores Urbanos se apresentaram na Feira da Pompeia.

Arquivo

A feira faz parte do calendário de eventos da cidade. Além de música, terá expositores com artesanato, artes plásticas, moda, teatro, lazer, dança, gastronomia com food trucks, hamburguerias, cervejarias artesanais entre outros produtos para consumo. A vila infantil terá um espaço lúdico e monitores para as crianças brincarem e outros atrativos. “É um empreendimento cultural que valoriza a arte brasileira e é um laboratório para artistas novos e independentes, além de ações socioambientais”, ressalta Cleber os benefícios da Feira da Pompeia. O CCVP tem espaços disponíveis para quem quer vender seus produtos no evento.

A Vila Mística, outra atração, terá tendas com atendimentos terapeuticos onde as pessoas podem receber massagens, consultas holísticas como runas, tarô, reiki, cromoterapia, wiccanos e outras terapias. E vendas de produtos destinados para esse público, diretamente dos artesãos. (GA)

31ª Feira de Artes da Vila Pompeia, Dia 20 de maio, das 9 às 19h, Centro Cultural Vila Pompeia, Rua Caraibas, 499, Pompeia, Telefones 3875-2996 e 99258-3469, www.facebook.com/CentroCulturalPompeia

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA