Brahma Kumaris e os benefícios da meditação

0
762

Foto: Divulgação

Divulgação
Luciana Ferraz, coordenadora nacional da Brahma Kumaris

Organização fundada na Índia na década de 1930, a Brahma Kumaris chegou ao Brasil em 1979 e tem sede nacional na região.

A Brahma Kumaris está presente em 110 países. No Brasil como em outros países, a organização oferece cursos e atividades em áreas como o trabalho de desenvolvimento do potencial do ser humano, principalmente, através dos cursos de meditação Raja Yoga e atividades de qualidade de vida.

O fundador, Brahma Baba, morreu em janeiro de 1969 e dedicou boa parte de sua vida para trazer pessoas de todos os contextos culturais, socioeconômicos e religiosos para redescobrir e desenvolver as dimensões espirituais de suas vidas pessoais e integrar tudo isso no mundo. Hoje a liderança da organização está a cargo de mulheres do grupo original. A organização é administrada por Dadis (ou irmãs mais velhas) como são carinhosamente chamadas essas mulheres que são yogis sêniores da Brahma Kumaris.

Aqui no Brasil, A Brahma Kumaris está presente em vários estados e no Distrito Federal com sedes e espaços onde acontecem os retiros de estudo. A sede nacional fica localizada em Perdizes e a socióloga Luciana Ferraz, coordenadora nacional explica a razão da escolha. “A primeira sede da Brahma Kumaris, ficava próxima da PUC. Sempre consideramos o bairro altamente aprazível com suas facilidades de transportes, metrô, mercados. E há 21 anos estamos em Perdizes que é um local de fácil acesso para todas as pessoas e fica próximo do Parque da Água Branca onde vamos caminhar”, diz.

Ken O'Donnell e a Dídi Sudeshi em evento no Memorial da Inclusão. (Gerson Azevedo)
Ken O’Donnell e a Dídi Sudeshi em evento no Memorial da Inclusão. (Gerson Azevedo)
A chegada da Brahma Kumaris ao Brasil muito se deve ao australiano Ken O’Donnell que conheceu a organização em Londres em 1975. Dois anos depois ele criou a BK na Austrália e em 1979 veio ao Brasil para instalar a BK por aqui. Hoje, Ken é o coordenador para a América do Sul. Ele é autor de 18 livros sobre meditação e também publicou livros sobre desenvolvimento pessoal e das organizações e tem títulos traduzidos em 9 idiomas.

“Qualquer pessoa de qualquer idade pode aprender a meditar”, informa Luciana, “as pessoas, naturalmente, tem personalidades diferentes e portanto algumas pessoas preferirão meditar sentadas porque é uma forma onde se consegue altos níveis de concentração. Mas outras pessoas vão preferir meditar caminhando, cozinhando, pedalando de bicicleta. O que nós vemos é que os benefícios da meditação começam na mente. Através dela, a pessoa tem mais autoestima, melhora o humor, favorece as relações interpessoais, na relação da família. A meditação nos deixa mais pacientes, tolerantes. Principalmente nos dias de hoje que sabemos que a crise de tempo é um fator importante no mundo de hoje. Mesmo que a pessoa dedique pouco tempo, quando medita é um tempo totalmente focado e isso faz uma enorme diferença. A meditação, podemos dizer, favorece a mente, o corpo, as relações, o trabalho profissional e principalmente o autoconhecimento e autoestima onde a pessoa sente que a vida tem um maior significado.”

A meditação além de ser aplicada com inúmeros benefícios nas pessoas também pode ser uma ferramenta muito importante e eficaz no mundo corporativo. “Sem dúvida a meditação ajuda a pessoa a empoderar-se, a fortalecer-se, a ter maior discernimento e poder de decisão e também fortalecer sua capacidade interna e o foco. Ela ajuda imensamente no trabalho profissional. Além do que algumas habilidades que pode ajudar na questão das relações interpessoais podem melhorar o ambiente de trabalho e quem acaba ganhando com tudo isso são as empresas. A meditação trabalha principalmente nos indivíduos e não na empresa especificamente. Mas as pessoas como sendo a alma da empresa aos serem beneficiadas obviamente a rentabilidade e o ambiente de trabalho ganham com isso”, afirma Luciana.

Desde a fundação, a organização é mantida pela contribuição de voluntários. Para comemorar os 40 anos da BK no Brasil, foi lançada a campanha “Quem medita transforma e se transforma”. Durante todo o ano acontecerão workshops e atividades em todas as sedes da BK. Luciana lembra que “Estaremos celebrando a data com uma campanha com quase 20 itens, não exatamente um item por mês. Em junho, por exemplo, estaremos focados no dia internacional do Yoga (21/6) e para esse dia, estaremos promovendo diversos eventos pelo Brasil. Queremos espalhar ações de meditação em locais públicos como shoppings, metrôs e nas rádios. Outra iniciativa e que tem inspirado muitos nossos participantes é percorrermos o Brasil e oferecer gratuitamente nosso curso de meditação Raja Yoga principalmente naqueles estados onde não temos uma sede” explica a coordenadora nacional da BK.

No dia 16 de maio, o auditório do Memorial da Inclusão recebeu a Didi Sudeshi para uma palestra sobre desenvolvimento pessoal e a prática da meditação. Didi Sudeshi é codiretora da BK na Europa e vive na Alemanha. É mestre em meditação Raja Yoga há mais de 60 anos, bacharel em letras e ciências políticas pela Universidade de Punjab em Delhi (Índia). No final do evento, Ken O’Donnell, Didi Sudeshi e a direção da Brahma Kumaris fizeram uma sessão de meditação para todos os presentes.

Palestras e videos da BK estão acessíveis no site e canal do YouTube, assim como a programação de cada unidade. Aos domingos, às 18:30, acontece uma palestra gratuita na sede de Perdizes, aberta aos interessados. (GA)

Brahma Kumaris Brasil, Rua Dona Germaine Burchard, 589, telefones 3864-3694 e 3864-2639, www.brahmakumaris.org.br,
sao.paulo@br.brahmakumaris.org

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA