Avenida Sumaré aos domingos é um espaço para diversão

0
327

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
Ginástica para quem quiser

Completando um ano, o programa Agita Sumaré, promove aos domingos uma série de atividades de lazer e culturais para os frequentadores da avenida Sumaré.

A ação comunitária foi criada pela Subprefeitura da Lapa e teve confirmada a extensão até o final deste ano. Pelo fluxo de pessoas espera-se que tenha prosseguimento no próximo ano. “O objetivo é incentivar a apropriação dos espaços públicos da cidade e consolidar as relações sociais nos bairros”, informa o subprefeito Leonardo Casal Santos.

O trecho da av. Sumaré no sentido Lapa é fechado, aos domingos das 7 às 14h, para os veículos e ônibus entre a rua Ministro Godoy e a praça Ana Maria Popovic, que fica próxima ao viaduto da avenida Dr. Arnaldo. A CET desloca funcionários que instalam barreiras e orientam o trânsito dos veículos que costumeiramente utilizam a avenida da zona Oeste.

As pessoas já utilizam a Sumaré para caminhar, correr, pedalar as bicicletas e patinetes no canteiro central onde foi construída uma ciclofaixa anos atrás. Infelizmente, hoje tem alguns trechos com buracos e pede uma manutenção mais eficiente por conta da prefeitura. “Venho sempre, nos finais de semana. Esse descuido com a ciclofaixa não é de hoje”, diz Ricardo, morador de Perdizes que aguardava o farol abrir para seguir no seu passeio de bike de aplicativo.

Empresas associadas à subprefeitura também participam do Agita Sumaré. Entre elas a escola bilíngue Pueri Domus que tem uma unidade na Sumaré. A Smart Fit, rede de academias, estaciona o seu Smart Truck em um trecho mais arborizado, os professores da marca promovem animadas aulas para quem quiser participar e com a orientação necessária. A Bio Ritmo e o Shopping Center West Plaza também são parceiros do evento dominical e participam com eventos para adultos e crianças com ginástica e danças, cão-minhadas.

Bloco Vuco-Vuco em clima de carnaval (Foto/Gerson Azevedo)
Bloco Vuco-Vuco em clima de carnaval (Foto/Gerson Azevedo)
O espaço para apresentações musicais também anima os frequentadores. No domingo, 6 de outubro, o bloco carnavalesco Vuco-Vuco, da Vila Romana, se apresentaram com seus puxadores e integrantes devidamente fantasiados. Muita gente dá uma paradinha para curtir o carnaval fora de época. A cada domingo um novo grupo se apresenta.

Com o movimento, vendedores de coco (R$ 7) são encontrados em vários trechos da avenida. Divulgadores engravatados em um dia de calor de mais de 30 graus, distribuem folhetos de seus lançamentos imobiliários e alguns, oferecem água para os pets no intuito de atrair a atenção dos seus donos. O vendedor de frutas, Moisés, vende seus abacaxis fatiados ou na casca para quem quer levar para casa ou comer no local. Ele vem aos domingos desde 2003 e notou que aumentou o número de pessoas na avenida, “Nos dias mais quentes ou sem chuva, as vendas são maiores”. Experiente, quando chove ele e o ajudante se abriga na marquise do banco e continua a vender suas frutas. (Gerson Azevedo)

Agita Sumaré, Aos domingos, das 7 às 14h

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA