Ornitorrinco no Tuca

0
1640

Um dos mais bem-sucedidos grupos de teatro brasileiro, o Ornitorrinco, completa 29 anos em 2006. Criado por Cacá Rosset, Luiz Galizia e Maria Alice Vergueiro, o Teatro do Ornitorrinco é conhecido por desenvolver um trabalho criativo, irreverente e de grande penetração junto ao público. Após quatro anos afastado dos palcos, o grupo volta à cena com a comédia “O marido vai à caça!”, que estréia em 2 de junho, no Tuca.
Cacá Rosset, que traduziu o texto do dramaturgo francês Georges Feydeau, dirige e atua no espetáculo, conta que resolveu tirar longas férias e se dedicar a outras atividades ligadas à televisão durante os últimos anos, mas montar esta peça era um projeto antigo. Ele retoma as atividades com a mesma fórmula que o consagrou, realizando um trabalho de pesquisa teatral e, ao mesmo tempo, mantendo um compromisso estético com a modernidade. “Os espetáculos são vistos indistintamente por crianças, adultos e idosos recuperando a idéia de teatro como um rito social compartilhado por atores e público. Somos uma terceira via entre o comercial e o alternativo”, diz Cacá, que já foi sucesso de público dentro e fora do País com os espetáculos Mahagonny, Ubu, Teledeum, O Doente Imaginário, Sonho de uma Noite de Verão, A Comédia dos Erros, O Avarento e Scapino.
“O Marido vai à caça!” representa a continuidade desta metodologia. “É a primeira vez que monto este gênero: o vaudeville, como Feydeau denominava suas comédias recheadas de qüiproquós sendo desembaralhados de maneira engenhosa e magistral”.
Na clássica história da mentira/traição/descoberta, Chandel conta para sua mulher Leontina que vai caçar com Cassagne. Mas quando Cassagne aparece de repente em sua casa, ela percebe que foi enganada. Como vingança, Leontina resolve ceder aos avanços amorosos de Moricet, indo para a garçonnière do rapaz, sem saber que está no mesmo espaço que seu marido. Começa, então, uma noite alucinante. A confusão é resolvida no terceiro ato, com uma surpresa atrás da outra. “Estou me divertindo fazendo esta peça e o público rirá desbragadamente”, finaliza, convidando a todos para assistir à volta do Ornitorrinco, que deverá lançar, pela Coleção Aplauso, o livro comemorativo aos seus 30 anos em 2007.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA