Para curtir as férias

0
1836

Uma grande exposição cenográfica, com ambientes que provocam sensações ilusórias por meio de rebatimento de espelhos, desarranjos de perspectiva, texturas que causam estranhamento e distorções de imagem. “Ilusão de Verdade” é a mais nova atração do Sesc Pompéia e em como objetivo brincar e aguçar os sentidos dos visitantes.
O cenógrafo Osvaldo Gabrieli, que tem experiência de mais de 30 anos na concepção de espetáculos teatrais, criou um projeto luminotécnico com diferentes nuances para cada instalação. Para cada espaço há uma trilha sonora específica, que remete à sensação provocada pela cenografia, com sons improváveis e pontuais. Além dos efeitos de iluminação e sonorização aplicados à cenografia, imagens digitais, estereoscópicas e fotográficas, e padrões ótico-geométricos foram aplicados em vários ambientes, tanto nas paredes, como no piso e, no caso do Mundo do Avesso, no teto.
Grandes ampliações (11m x 13m) das obras de M.C.Escher compõe uma sala dedicada a este, que foi o maior artista gráfico contemporâneo.
Intervenções com técnicas de estereoscopia plana e a participação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos da USP são ainda partes integrantes da exposição. Esses dois componentes da exposição utilizam óculos estereoscópicos que possibilitam os efeitos de ilusão espacial. Como atividades paralelas, serão oferecidas oficinas para se desenvolver objetos que utilizem princípios de ilusão de ótica ou de movimento (como caleidoscópio e zootrópio).
A travessia da exposição tem início na Caverna de Platão, alegoria clássica que, a partir de homens acorrentados que só enxergam sombras, sintetiza vivências ancestrais da humanidade. Há também iglus infláveis que levam as pessoas à uma imersão em determinada cor e ao sair do iglu, os olhos do visitante irão projetar no branco espaço circundante a cor complementar àquela que impregnou a sua retina.
As plotagens, espalhadas pela exposição, trazem padrões ótico-geométricos que provocam instabilidade visual e por vezes voragem, como se os visitantes pudessem ser tragados por elas. As anamorfoses disfarçadamente se revela em formas, para os que as sabem observar e a sala de Escher apresenta algumas de suas imagens de fluxos sem fim que iludem a perspectiva.
Do cinema, conhecida fábrica de ilusão, serão mostradas velhas imagens futuristas. Fazem parte também, um mar inflável, corredores de tempestade, cúpulas sonoras, mundo do avesso (um lar de ponta cabeça), corredor de fogo e paredes com pinos infláveis.
“Ilusão de Verdade” pode ser vista até o dia 3 de setembro, na Área de Convivência do Sesc Pompéia.
Outra boa opção para curtir as férias no Sesc Pompéia é a segunda edição do “Game_Cultura – Passando de Fase”, que acontece de 29 de junho a 6 de agosto: exposição interativa e temática de jogos Massive Multiplayers on-line; shows musicais,  apresentações de VJ (ambos com seus trabalhos ligados ao game), realização de oficinas,  palestras com realizadores e um festival de jogos nacionais fazem parte da programação. Uma “Game_festa” foi programada para a noite de abertura.
O recorte desta edição trata das novas interrelações pessoais mediadas pelos videogames. Em um espaço de 600m² o projeto prevê a construção de um cenário inspirado em paisagens, nos ambientes imersivos dos games. Reconstrói ambientes internos e externos de um castelo.
Entre os jogos, haverá os Massive Multiplayeres on-line, conhecidos como MMO’s criam um mundo virtual, com características próprias que vão desde raças e seres fantásticos à novas leis de física e poderes mágicos. Cada jogo apresenta um novo mundo aos usuários, convidando-os a imergir em um universo alternativo que pode estar sendo controlado por outros jogadores, em qualquer parte do mundo. Algumas atividades já uniram 160 mil usuários em todo o mundo.
Os jogos escolhidos que fazem parte da mostra são: Taikodom, Regnun, Ragnarog, Sphere e Erínia. Para cada um dos cinco jogos, o SESC Pompéia irá dispor de 5 máquinas ligadas diretamente aos servidores, assim os freqüentadores participam dessa grande aventura e conhecem o universo proposto por cada jogo e  possibilidades de interagir com outros usuários do mundo todo.
Outra opção é a Mostra Brasil. A idéia principal deste bloco é realizar uma mostra de jogos independentes não vinculada ao mercado de jogos, como forma de incentivo a essa prática. As inscrições podem ser feitas pelo portal do Sesc-SP e uma comissão de pré-seleção escolhe os jogos participantes da mostra que não tem caráter competitivo, porém terá alguns critérios de avaliação de júri popular como os mais jogados, mais acessados etc.
Para ministrar palestras e participar de bate-papos, o Sesc Pompéia convidou realizadores, produtores, ciberatletas e figuras populares do universo do games para que haja uma interação direta com o público. Já as oficinas irão ensinar como se cria um jogo. E, para encerrar o evento, nos dias 2 e 3 de agosto haverá um simpósio com especialistas de diversas áreas que discutirão a cultura game.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA