Coluna sem dor

0
1159

Foto:

Alexander: fim da dor na coluna

Não importa qual a sua profissão, pode ter certeza que se você não prestar atenção, sua coluna sempre acaba sofrendo com o seu dia-a-dia. Essa má postura gera dor, desconforto e até patologias piores, como as hérnias de disco. Aí só partindo para tratamentos que podem até culminar em cirurgias para esse problema. E o pior é que muitas vezes a dor acaba voltando.
O ITC Vertebral traz um tratamento inovador para quem sofre de problemas na coluna. “Tinhamos um problema muito sério na hora de tratar a hérnia de disco e a coluna. A hérnia de disco já é considerada uma epidemia.Só que todo mundo tem muito medo de tratar porque é muito difícil tratar coluna, tem muita coisa envolvida. E é uma patologia que causa muita dor. É a terceira maior causa de aposentadoria no trabalho e a segunda de afastamento do trabalho, segundo o IBGE”, explica o fisioterapeuta Alexander Rehder.
O tratamento alia técnicas de fisioterapia manual com a tecnologia de mesas de tração eletrônica e flexão-descompressão. “Tratamos qualquer dor relacionada à coluna vertebral. É feita uma avaliação em que seguimos protocolos internacionais de dor e incapacidade. A inclusão ou exclusão desse tratamento é muito em cima dessa avaliação primária. Ou então indicado por médicos”.
Monta-se o tratamento especificamente para cada pessoa. Em geral, a primeira fase do tratamento é focada para tirar a dor e trabalhar a mobilidade, em que são usadas as máquinas de tração e flexão-compressão e a terapia manual. “Nesse primeiro momento, a mesa de flexão-compressão vai funcionar para descomprimir os discos, diminuindo a pressão e aumentando a circulação”, diz. Após essa fase, o paciente passa a aprender a contrair corretamente os músculos profundos da coluna que trabalham com a estabilização. Após essa etapa, ele é encaminhado para exercícios funcionais e Pilates. São de 24 a 34 sessões, feitas três vezes por semana.
Com o fim do tratamento, todo paciente é encorajado a continuar praticando uma atividade física. “Não adianta nada fazer todo o programa e depois ficar sentado na frente do computador o dia inteiro. Você tem que ter a manutenção, e ela é feita em forma de atividade física”, diz ele.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA