Poesia musical

0
1076

Foto:

Poesia musical

O cantor e compositor Kleber Albuquerque acaba de lançar o CD “10 Coisas Que Eu Podia Dizer No Lugar De Eu Te Amo”, pelo selo Sete Sois. 

Músico autodidata, Kleber ganhou do pai seu primeiro violão aos 11 anos de idade. “Na adolescência tive a influência do rock progressivo e de bandas como Legião Urbana, Queen e Raul Seixas”, conta ele. 
Autor de mais de 300 composições próprias e em parcerias, como Zeca Baleiro, Gabriel de Almeida Prado, Lúcia Santos e Sérgio Lima. Comenta que “gostaria que minhas músicas fossem mais conhecidas”. Através de shows, e o uso das mídias sociais, do site e de “muito de boca a boca”, vai divulgando sua música.
Nascido em Santo André, é o primeiro da família que escolheu a música como profissão. “Já fiz muitas coisas antes de decidir seguir este caminho, mas tinha certeza de que a música é que daria sentido à minha vida e me traria felicidade”.
O primeiro CD foi lançado em 1997 com o título de “17.777.700” e depois vieram o “Para a Inveja dos Tristes” (2000), “O Centro Está em Todas as Partes” (2003), “Desvio” (2007), “Só o Amor Constrói” (2009) e o novo “10 Coisas…” (2012), gravado no Estúdio Parede-e-Meia, que fica na Pompeia.
Este trabalho teve a participação de músicos e amigos como Rovilson Pascoal, André Bedurê, Daniela Alcarpe, Elaine Guimarães, Zeca Baleiro e outros. “É um trabalho muito especial e espero que as pessoas possam conhecê-lo”.
Residente em Perdizes, ainda vê o bairro como um lugar tranquilo e “com clima de interior, apesar da verticalização”. 
Casado com a designer de joias Vivi Correa, que criou a alegre e florida capa do CD “10 Coisas…”, Kleber também fez trabalhos de encomenda como trilhas musicais para teatro (musical Sapecado), cinema e publicidade, “que sempre pede para ontem, mas é sempre um desafio gostoso de enfrentar”.
Ele finaliza um projeto de shows para até 30 pessoas em sua casa e acredita que terá sequência nos próximos meses.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA