Festival Literário Arena da Palavra acontece em 20 livrarias de ruas da cidade

0
850

Festival Literário Arena da Palavra acontece até 30 de julho em 20 livrarias de ruas da cidade.

Programação reúne a poeta macuxi Sony Ferseck Wei, o autor Ferréz e o escritor e jornalista Xico Sá, entre outros. Com a ideia de esquentar o cenário das independentes, vai homenagear o dramaturgo e escritor Plínio Marcos, a livreira Cida Saldanha (Livraria da Vila Fradique) e a editora Gita K. Guinsburg.

Autores visitam as livrarias e escolhem os títulos de que mais gostam para debater com o público. Entre as atividades, a programação também inclui lançamentos de livros.

O circuito literário reúne mais de 80 artistas e autores independentes em 20 livrarias de rua com debates, lançamentos de livros e atividades literárias.

Nessa primeira edição, a curadoria desenhou para cada livraria uma proposta de evento com dois convidados. Um deles será um autor-livreiro que irá à livraria e escolherá livros e autores que estão nas prateleiras. A partir disso o livreiro poderá conduzir um debate sobre as obras e as obras do autor. O segundo convidado irá fazer uma leitura inicial, uma poesia ou atividade para introduzir a mesa. Como uma orelha de livro que nos conduz a participar. O evento tem idealização do produtor cultural Marcelo Sollero, diretor do Polo Cultural, que assina a curadoria ao lado do escritor pernambucano Marcelino Freire (Balada Literária), da editora Cecilia Arbolave (da Lote 42 e fundadora da Banca Tatuí) e de Claudiney Ferreira (Certas Palavras).

Com homenagens ao escritor, autor, ator, diretor de teatro e jornalista Plínio Marcos, à livreira Cida Saldanha (na atividade há mais de 35 anos, quase três décadas na Livraria da Vila da Fradique Coutinho) e à editora Gita K. Guinsburg (co-fundadora da Editora Perspectiva, 87 anos), o Festival Literário Arena da Palavra receberá, entre outros convidados, Sony Ferseck Wei (poeta, do povo Macuxi, de Roraima, mestre em Literatura, Artes e Cultura Regional) e PC Marciano (da Editora Gráfica Heliópolis), que receberão o Prêmio Primeiras Impressões. Com produção do Polo Cultural, o festival pretende aquecer o circuito/cenário das pequenas empresas do universo do livro. A ideia é fortalecer as independentes, principalmente as livrarias de rua, de pequeno porte. Busca-se valorizar a diversidade literária e promover o acesso à cultura, proporcionando aos leitores uma experiência enriquecedora e diferenciada. Para viabilizar esta programação, as livrarias receberão pequeno aporte de recursos proveniente de emenda parlamentar.

Sobre o conceito de autor-livreiro, Marcelo Sollero diz que “foram convidados autores de livros para visitar as livrarias e escolher dentro de seus acervos os livros de que eles gostam. E a partir daí abrir para debater. Esperamos que o festival tenha o poder de ajudar a impulsionar o crescimento do mercado editorial dos independentes, fomentando a cultura e incentivando a formação de leitores”, afirma Sollero. Cecília Arbolave considera que a primeira edição de um evento literário do porte do Arena da Palavra traz um misto de desafio e otimismo. “Uma das características mais fortes desse festival é acolher diferentes pontos do ecossistema do livro, começando pelas escritoras e escritores, passando por editoras, chegando nas livrarias e, claro, envolvendo o público leitor. Estimular as pessoas a visitar e descobrir livrarias é cada vez mais necessário, especialmente diante da voracidade digital. Ao colocar as livrarias de rua como palco de conversas, de leituras e de encontros, reforça a importância desses espaços para evidenciar a dimensão humana da cidade.” Arbolave norteia seu trabalho no projeto pela busca da pluralidade, “autoras e autores com uma voz forte na literatura, sempre trabalhando em sintonia com meus parceiros curadores, Marcelino Freire, Claudiney Ferreira e Marcelo Sollero”.

As 20 livrarias: Africanidades, Banca Tatuí, Brooklin, Companhia Ilimitada, Livraria Cabeceira (Vila Romana), Livraria da Tarde, Livraria Eiffel, Livraria Mandarina Pinheiros), Livraria Megafauna, Livraria Miúda, Livraria no Reserva, Livraria Nossa Cidade, Livraria NoveSete, Livraria Patuscada, Livraria Simples, Ponta de Lança, Ria Livraria, Sebo Pura Poesia, Sebo Tucambira e Taperá Taperá.

Programação: Domingo, 9 de julho – Livraria do Reserva, 11h. Av Paulista, 900, Bela Vista. Carol Rodrigues (escritora-livreira) e Zé Sarmento (autor convidado); Livraria Mandarina, 16h. Rua Ferreira de Araújo, 373, Pinheiros. Gustavo Piqueira (escritor-livreiro) e Varneci Nascimento (autor convidado)
Sexta, 14 de julho – Ria Livraria, 19h, Rua Marinho Falcão, 58, Sumarezinho. Mauricio Pereira (escritor-livreiro) e Evandro Braga (autor convidado).
Sábado, 15 de Julho – Livraria da Tarde, 11h, Rua Cônego Eugênio Leite, 956, Pinheiros. Luiza Romão (escritora-livreira) e Giovanni Baffô (autor convidado); Banca Tatuí, 14h, Rua Barão de Tatuí, 275, Vila Buarque. Maria José Silveira (escritora-livreira) e Lucas Lins (autor convidado); Livraria Africanidades, 15h, Rua Paulo Ravelli, 153, Vila Pita. Paulo Scott (escritor-livreiro) e Matriark (autora/slam convidada)
Domingo, 16 de julho – Livraria Nossa Cidade– 14h. Rua Joaquim Távora, 731 A, Vila Mariana. Xico Sá ( escritor-livreiro) e Aline Macedo (autora convidada)
Sexta, 21 de julho – Livraria Cabeceira, 18h. Praça Alfredo Weiszflog, 38, Vila Romana. Esmeralda Ribeiro (escritora-livreira) e Jô Freitas (autora convidada)
Sábado, 22 de julho – Tapera Taperá, 11h. Galeria Metrópole. Av. São Luis, 187, 2º, lj 29, República. Auritha Tabajara (escritora-livreira) e Zênite Astra (autora convidada); Companhia Ilimitada, 13h. Av Nova Cantareira, 3344, sala 18, Tucuruvi. Giba (escritor-livreiro) e Ricardo Tayra (autor convidado); Livraria Eiffel, 17h. Praça da República, 183, República. Luiz Gê ( escritor-livreiro) e Perdro Lucas (autor-convidado).
Domingo, 23 de julho – Ponta de Lança, 15h. R. Aureliano Coutinho, 26, V. Buarque. Cidinha da Silva (escritora-livreira) e Emerson Acalde (autor convidado)
Sábado, 29 de julho – Sebo Pura Poesia, 11h. Rua Costa Aguiar, 112, Ipiranga. Amara Moira (escritora-livreira) e Celso Suarana (autor-convidado); Sebo Tucambira, 14h30. Rua Tucambira, 53, Pinheiros. Evandro Afonso Ferreira ( escritor-livreiro) e Iuri Pereira (autor convidado), Livraria do Brooklin, 15h. Rua Hollywood, 275, Brooklin. Morgana Kretzmann (escritora-livreira) e Tatiana Lazarroto (autora convidada), Livraria Miúda, 15h. Rua Coronel Melo de Oliveira, 766, Pompeia. Odilon Moraes (escritor-livreiro) e Dinha (autora convidada), FINAL – Slam da Guilhermina– 19h
Segunda, 30 de julho, Livraria Patuscada, 19h. Rua Luis Murat, 40, Pinheiros. Ferrez (escritor-livreiro) e Tawane Silva Theodoro (autora convidada).

Batalhas de slams
Dia 8 de julho – Fluxo; dia 8 – Bronx; dia 11 – Menor; dia 15 – Rasta e dia 18 – Grito.
Dia 29 de julho haverá a final no Slam da Guilhermina.

arenadapalavra.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA