Portugal em|Perdizes

0
1401

Foto:

A fachada do Clube Português

A colônia luso-brasileira tem um papel muito importante na cidade de São Paulo. Os milhares de portugueses que trocaram Portugal pelo Brasil, além do espírito empreendedor, também trouxeram uma vida social e cultural muito intensa para cá.
O Clube Português, fundado em 14 de julho de 1920, é uma prova disso. Seus fundadores queriam que não fosse apenas um clube de portugueses, mas que agregasse brasileiros. Por anos, a sede do clube esteve na Avenida São João. Os sócios, a elite da colônia portuguesa, buscavam o clube para jogos, atividades culturais, entre elas, a imponente biblioteca inaugurada em 1929.
Entre os fundadores estavam o arquiteto Ricardo Severo, que foi sócio de Ramos de Azevedo e o empresário Antonio Pereira Ignácio, fundador do Grupo Votorantim e seu primeiro presidente, escolhido por unanimidade.
No ano de 1967, o clube inaugurou sua sede própria em Perdizes. “Viemos para o bairro por sugestão de alguns dos nossos diretores”, diz o atual presidente, o advogado Rui Mota e Costa. “Para construirmos a sede, foram vendidos muitos títulos remidos. Hoje, nos falta uma renovação no quadro de associados. Os mais jovens precisam se interessar pelo clube, que tem um patrimônio muito importante a ser mantido”, diz ele.
O clube se mantêm atualmente com as mensalidades dos sócios e a parceria com o Buffet Moreno’s que ocupa os três belos salões do clube com diversos eventos. A estrutura e a localização do Clube Português, são alguns dos seus pontos altos.
Para comemorar os 90 anos, foi publicado um livro que conta a história do clube. O escritor João Alves das Neves coordenou a obra.
O Grupo Folclórico Veteranos de danças portuguesas ensaia no clube e no próximo dia 24 de outubro participa do almoço que o clube está promovendo. Datas fundamentais como o Dia de Camões (10 de junho) e uma ceia de Natal, acontecem anualmente.
A biblioteca tem um acervo com mais de dez mil volumes, em sua maioria obras do século 19. Há várias obras raras, entre elas, um exemplar do século 17 de Os Luzíadas, de Luiz de Camões (1524-1580). Vários pesquisadores visitam a biblioteca para suas pesquisas. Ela está aberta para visitação e consulta do público em geral, de segunda a sexta, das 13 às 17h30.

Clube Português
Rua Turiaçu, 59, Perdizes
Telefone 3666-3035
www.clubeportugues.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA