Era uma vez…

0
1162

Foto:

Era uma vez…

Nesta loja é permitido a qualquer cliente abrir as asas, soltar as feras, liberar a imaginação e ser feliz por alguns dias.

“Era uma vez um capitão de navio que dirigia um transatlântico desses graaaandes. Ele era italiano e vinha ao Brasil pela primeira vez. Chegando ao Rio de Janeiro, na época do carnaval, conheceu uma marinheira com quem…” Cada um que continue a história de acordo com os desejos e imaginação. Mas, para dar mais veracidade ao faz de conta que Rita Schiller inventou de improviso, é na O Faz de Conta, de propriedade dela e da filha, Tatiana Schiller, onde o “sonhador” pode alugar a roupa do capitão e da marinheira. A loja é especializada em locação de roupas de época e fantasias. Rita trabalha no setor há mais de oito anos. “Comecei com roupas de época e incluí a fantasia porque era uma paixão que eu tinha”.

São mais de mil itens. “Por enquanto! Tenho mais espaço para crescer no andar de cima”. Alguns são importados, comprados pela filha em viagem ao exterior, e muitos confeccionados na loja. Para se ter uma ideia de preço, o aluguel das fantasias da pequena história do início custa R$ 80,00 cada uma. Em média, é esse o valor de outras escolhas, como a de Batman ou Batgirl. O acréscimo fica na opção dos acessórios que podem ser locados no local também. “A de cancan (vedete francesa) que normalmente leva luva preta, colar, pena, não passa de R$ 135,00 com os acessórios”. O cliente pode experimentar as roupas na própria loja. É até divertido observar as pessoas na hora da prova. Rita conta que, em geral, os homens querem algo que lembre autoridade, como um policial ou bombeiro. “As mulheres querem qualquer coisa que seja curtinho”, ri.A peça escolhida pode ser retirada com dois dias de antecedência e devolvida dois dias após a locação. Rita diz que, inclusive, facilita o prazo para quem precisa da roupa por um período mais longo. “Viagens de formatura ou festa de acampamento são exemplos.”

Os tamanhos vão do PP ao plus size. Não é necessário entregar a roupa lavada e a manutenção é feita por costureiras contratadas pelo próprio estabelecimento.

Por enquanto o único serviço oferecido é o de locação. Mas Rita informa que está ampliando o espaço para venda de fantasias e roupas infantis. “É que normalmente a criança quer ficar com a fantasia”, explica. São aceitos cartões de débitos, créditos e cheques. Dependendo do valor, o pagamento é parcelado em até três vezes. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA