Quem disse|que é lixo?

0
1573

Foto:

André e Kitty da Presente Maneiro

O assunto que fomenta os círculos de bate-papos gira em torno de temas como a sustentabilidade, respeito ao ecossistema e de novas alternativas de consumo e do trato responsável com a natureza. O preço da ausência de políticas públicas reflete no dia a dia de todos os cidadãos por diferentes situações, seja por causas naturais, o caso de chuvas fortes que encontram dificuldades de escoamento não apenas por faltar investimentos em obras estruturais, ou pelo comportamento inadequado do cidadão em convivência com a comunidade.
Infelizmente ainda vemos cidadãos descartarem pequenos resíduos em vias públicas, negligenciar o uso da torneira, ou deixar uma lâmpada acesa quando se ausentam do local – ações como essas estão na lista das que não combinam com a saúde do planeta – e a reportagem fala de uma mudança efetiva e em larga escala de procedimentos simples, livre de qualquer ônus e ecologicamente correta: reutilizar artigos que, em princípio, são considerados inúteis e sem utilidade aparente.
Especializada nesse foco e instalada em Perdizes desde dezembro de 2011, a empresa Atelier Presente Maneiro faz do conceito de sustentabilidade o seu produto mais valioso. A prática de reutilizar o material descartado é a diretriz dessa loja, que, além da funcionalidade que imprime à peça, transforma um objeto em artesanato com um valor relevante: dá ao indivíduo a consciência ambiental.
Sabe aquelas latinhas de molho de tomate que você pensa que não serve para mais nada? No Atelier Presente Maneiro, elas se transformam em latas para acondicionar o que você imaginar – de botões a ervas, porta-lápis, porta-trecos, etc. Carretéis de cabos, depois do material utilizado, se transformam em mesas laterais ou de centro, revestidas com materiais variados e impermeáveis.
Além de valorizar os resíduos descartados, a empresa planeja receber espontaneamente o material que a comunidade descarta, e o leitor pode criar uma rotina saudável e responsável doando o seu material.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA