Pé de rosa dá|em gente!

0
1354

Foto:

No evento realizado na Águia de Ouro, o homenageado foi o presidente, Sidnei Carriuolo (de blusa pre

Sarau itinerante valoriza manifestações artísticas do bairro.

São quase dois anos de diálogos diversos – em formas de música, poesia, artes plásticas e manifestações nas mais variadas formas – na tentativa de levar conhecimento e ação para a sustentabilidade do meio ambiente que engloba, além das plantas, os seres que a cercam e, principalmente, a comunidade local. “Se eu quiser mudança, tenho de começar pela sinergia local, por isso a importância do apoio de um jornal da região para disseminar a informação e para não ouvirmos as pessoas dizerem: eu não fui informada”, diz a jornalista, poeta e cantora, Rose Campos. Junto com a amiga, a administradora e moradora da Vila Anglo, Sandra Lacerda, criou os Diálogos Sustentáveis em Prosas e VerSons – Rosa Sarau. “Prosas traz as rosas, os versons trazem os versos e os sons e aí explode o sarau, em rosas”. Por sinal, a palavra rosa é também uma corruptela do nome das duas: Ro(se) e Sa(ndra).

O primeiro encontro “explodiu” na casa da própria Sandra, já experiente em reunir amigos para desfrutes gastronômicos-musicais. “De um momento gostoso, por isso que a gastronomia entrou primeiro, despertou um momento de reflexão para a sustentabilidade desse ser. Por isso, também, o nosso slogan é A Sustentabilidade do Ser para Ter”, completa Rose.

Realizado uma vez por mês, o Rosa Sarau, saiu da casa da Sandra e agora é itinerante. Cada encontro tem roteiro definido e segue duas premissas: são temáticos e há sempre uma pessoa homenageada.

O último evento foi realizado na quadra da Escola de Samba Águia de Ouro, tendo como homenageado o presidente da agremiação, Sidnei Carriuolo. O Rosa Sarau já passou pelo Parque da Água Branca Espaço Cultural, Alberico Rodrigues, Flores na Varanda, Condomínio Cultural Mundo Novo, entre outros. O primeiro ano de atividade foi comemorado no bar Magnólia, com apoio de um dos proprietários, Alexandre Rioli. “O empresário local tem de ver quais atividades do local estão dando eco”, enfatiza Rose.

O Sarau tem ainda um viés social que é o de levar acalanto às pessoas que sofrem de Alzheimer. “O pessoal da  ABRAz (Associação Brasileira de Alzheimer) promove encontro na Paróquia Santa Rosa de Lima, em Perdizes. Eu e a Sandra convidamos músicos e fazemos uma apresentação. Participa quem quiser.  Aprender a se dar é a tal da sustentabilidade”, fecha Rose.

Diálogos Sustentáveis em Prosas e VerSons – Rosa Sarau. A Sustentabilidade do Ser para Ter
Telefones 97985-4578 (Rose Campos) e 99262-1049 (Sandra Lacerda)
www.facebook.com/projetorosa
www.facebook.com/rose.ecosdomeio
www.facebook.com/sandra.lacerda

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA