Vidros reciclados

0
1525

O vidro oferece muitas possibilidades, seja na decoração, na arquitetura o ou como utilitário. Apaixonado pela mágica transformação do vidro, o técnico em cerâmica Théo Giardullo se especializou na arte de reciclar o material, ou seja, reaproveitar todo o tipo de vidro que perdeu sua função primária dando a ele uma nova utilidade. “Esta é uma técnica que existe há mais de 1500 anos a.C . Quando uma peça de vidro se quebrava, não sabiam o que fazer com ela. Alguém teve a idéia de voltar com os cacos para o forno e reaproveitá-los”, diz Théo, explicando que qualquer vidro é reciclável: “Quimicamente falando, vidro é líquido. Ele fica duro por causa da alta temperatura. Se voltar com ele para o forno, vai amolecer e você pode dar a forma que quiser”. Théo transforma vidro em bijuterias, vasos, centros de mesa, pratos, relógios, enfeites de parede, vidro par revestimento e até mesmo convites de casamento. “É importante lembrar que não se pode misturar dois tipos de vidro, pois cada um tem uma composição e são incompatíveis. Depois de derreter o vidro, coloco em um molde de cerâmica e levo ao forno a 800 graus. Para uma peça ficar pronta, leva cerca de duas horas de aquecimento e mais 10 horas de resfriamento”. Se você quiser aprender as técnicas de reciclagem em vidro, Théo oferece cursos e palestras. Os cursos são individuais e realizados no próprio ateliê, na Arte Brasil Perdizes. A loja também vende material para cerâmica, vidro e mosaico. Théo faz peças sob encomenda e, se você precisar, pode alugar o forno para finalizar seu trabalho.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA