Por um bom Happy Hour

0
2036

Foto:

Juan e José: ambiente descontraído

Depois de um dia cansativo no trabalho, nada melhor do que reunir os amigos para um happy hour. Ainda mais se for num lugar aconchegante, com boa música, boa bebida e petiscos apetitosos.
O bar DuJuZé, dos cunhados e amigos Juan Guerschanik e José Olmos, abriu em outubro do ano passado e é um bom endereço para esses encontros. “Sempre gostamos de gastronomia, bares, bebidas e tudo mais. Um dia, sentamos num bar e conversamos sobre abrir um negócio. E decidimos abrir um bar aqui em Perdizes, porque a gente achava que faltava alguma coisa com boa música, com um ambiente um pouco diferenciado”, conta Juan.
Os dois são moradores do bairro e queriam que o novo negócio ficasse perto de suas casas. “Colocamos como meta que seria num raio de 20 quarteirões de onde a gente morava, que era para atender realmente o público que a gente conhece: quem a gente via na padaria, na locadora”, ele explica.
O ambiente interno é bastante acolhedor, com mesas e um longo bar. Eles também colocam mesas do lado de fora. No cardápio, atenção especial às bebidas, com 18 marcas de cervejas importadas, 20 tipos de cachaça e chope Warsteiner, Erdinger e Brahma, além da coquetelaria clássica. Entre os sucessos, o Mariacchi, um drinque gelado da casa que leva tequila, suco de maracujá, pimenta dedo de moça, essência de limão-siciliano, suco de limão-siciliano e uma crosta de açúcar de confeiteiro no copo. Eles também fazem clube de bebidas, como whisky, vodca, etc. Às terças, tem chope em dobro.
No quesito comida, a costeleta de cordeiro no vinho tinto é sucesso garantido. Servem várias porções regulares em bares e também porções como a de linguiça calabresa recheada com queijo provolone e rúcula, bruschetta mista, com três tipos, e uma deliciosa porção de mini-hambúrgueres, sendo dois com tomate, dois com queijo gorgonzola e dois normais. Às quartas e sábados, tem feijoada no almoço, servida para duas pessoas.
A parte musical é bastante abrangente: pop rock nacional, roda de samba, blues, jazz, MPB, etc., com música ao vivo toda sexta e sábado, a partir das 21h. No mês de agosto, passam por lá Michel Leme, Nanny Soul, P.A. Pagni, ex-baterista do RPM, e Mauricio Santana. O couvert é R$ 10. “Às vezes, na quinta fazemos alguma coisa diferente, como noite francesa, ou de tango”, Juan completa.

DuJuZé
Terças, quintas e sextas, das 17 à 1h
quartas e sábados, das 12 à 1h
Rua Itapicuru, 887, Perdizes
Telefone 3871-9113
www.dujuze.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA